4 exercicios para afinar a cintura e conquistar a barriga negativa

A ginástica abdominal hipopressiva, mais conhecida como técnica do estômago negativo, foi originalmente criada com o objetivo de ajudar as puérperas a recuperar a dureza da região abdominal. Com o tempo, constatou-se que as mulheres que realizavam essa técnica, originalmente criada como parte da fisioterapia obstétrica, alcançaram reduções significativas na área da cintura em pouco tempo.

Muitas celebridades internacionais, como a modelo Gisele Bundchen, praticam esse tipo de ginástica, o que ajudou a popularizar esse método inovador para quem busca resultados rápidos e consistentes.

Os efeitos do treinamento que induziram essa redução da circunferência da cintura foram investigados e constatou-se que os exercícios de ginástica hipopressiva influenciaram na diminuição da pressão na cavidade abdominal, devido a um reposicionamento dos órgãos e aumento do tônus da músculos locais.

Portanto, selecionei quatro exercícios posturais e respiratórios da ginástica abdominal hipopressiva para que agora você possa começar a construir sua barriga negativa com o conselho de nossos especialistas:

exercício 1

Levemente flexionado na altura dos joelhos, com os pés separados cerca de uma polegada e ligeiramente inclinado para a frente para distribuir o peso do corpo às pontas dos pés, coloque as duas mãos, palmas para baixo, em direção às coxas. mantendo a contração dos músculos das costas para o correto alinhamento da postura.

  • Comece o exercício respirando profundamente enquanto exala completamente, ou seja, esvaziando o ar dos pulmões. Faça isso três vezes
  • Após a terceira expiração, faça uma apnéia (prenda a respiração) e abra as costelas de modo que seu estômago seja involuntariamente jogado para trás. Tenha cuidado para não ficar em apnéia por muito tempo para evitar perda de consciência.
  • Recomenda-se que a duração da apnéia para iniciantes seja de cinco segundos. Faça este exercício cinco vezes e passe para o exercício dois.

    Exercício 2

    Com o tronco inclinado em um ângulo de aproximadamente 45 graus e com o peso distribuído na ponta dos pés, coloque as duas mãos na parte superior das coxas. Observe o posicionamento da coluna que deve estar alinhada, ou seja, em uma posição sem excesso de flexão ou extensão.

    É importante manter os músculos das costas ativados para ajustar a postura adequadamente.

  • Comece o exercício respirando fundo, seguido de uma expiração completa, ou seja, um esvaziamento do ar dos pulmões. Inspire e expire duas vezes
  • Após a segunda expiração, apneia (prenda a respiração) e abra as costelas de modo que seu estômago seja involuntariamente jogado para trás
  • Tente aumentar a duração da apnéia neste segundo exercício de cinco para sete segundos.
  • Faça este exercício quatro vezes e vá para o exercício número três.

    Exercício 3

    Após progressão organizada com mudanças na posição corporal durante a sessão, adote a postura sentada conforme mostrado pelo personal trainer e modelo Bruno Carneiro, mãe de dois filhos e ginasta hipopressiva há dois anos.

    Com os cotovelos abertos, coloque as mãos nas coxas, mantendo os músculos das costas tensos para o alinhamento espinhal adequado.

  • Comece o exercício respirando fundo, seguido de uma expiração completa, ou seja, esvaziar os pulmões. Respire assim três vezes
  • Após a terceira expiração, faça uma apnéia (prenda a respiração) e abra as costelas de modo que seu estômago involuntariamente vomite
  • Mantenha a duração da apnéia por aproximadamente sete segundos.
  • Faça este exercício três vezes e continue com o exercício número quatro.

    Exercício 4.

    O último exercício da sequência proposta deve ser realizado na posição deitada conforme mostra a imagem da modelo Bruna Carneiro. Preste atenção em colocar um pouco de força nos calcanhares enquanto mantém os joelhos dobrados. Contraia os músculos glúteos. As mãos devem ser posicionadas acima da cabeça e os movimentos do pescoço devem ser evitados.

    Tente novamente para observar a contração dos músculos das costas.

  • Comece o exercício respirando fundo, seguido de uma expiração completa. Novamente, respire três vezes
  • Após a terceira expiração, faça uma apnéia (prenda a respiração) e abra as costelas para que o abdome seja jogado para trás involuntariamente.
  • Tente aumentar a duração da apnéia neste quarto exercício de sete para dez segundos. Faça este exercício cinco vezes e pronto, você completou toda a sequência proposta que deve ser incorporada à sua rotina diária de exercícios, para que, com esse novo hábito, você consiga bons resultados estéticos e de saúde.

    Os benefícios da ginástica abdominal hipopressiva

    Além da redução das medidas, existem outros benefícios significativos com a prática regular de ginástica abdominal hipopressiva:

  • Dor nas costas reduzida
  • Melhor postura
  • Prevenção de hérnias
  • Melhor circulação de sangue e linfa
  • Aumento da atividade sexual
  • Melhor função intestinal
  • Essa técnica é contra-indicada em pessoas com hipertensão sem orientação profissional devido a momentos de apnéia que podem aumentar a pressão arterial.

    Comentários (3)

    *Estes comentários foram gerados por este site.

    • tirsa junker
      tirsa junker

      Eu super recomendo este produto

    • Clésia Q. Kons
      Clésia Q. Kons

      O.produto cumpre com todas as características prometidas na propaganda.

    • Florisa Thadeo Alvim
      Florisa Thadeo Alvim

      Otima,estou muito satisfeita.so tenho que agradecer .

    Deixe o seu comentário

    Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.