4 grandes mitos sobre calorias

O controle de peso envolve apenas calorias, certo? Não muito! Na verdade, na minha experiência, comprar essa noção é uma das maiores barreiras que impedem meus clientes de ver resultados e otimizar sua saúde. Aqui está a verdade sobre calorias e por que deixar de contá-las pode ser a melhor maneira de perder peso:

Mito: uma caloria é uma caloria

Em nos últimos anos, aprendemos muito mais sobre como nossos corpos reagem a níveis de calorias idênticos de alimentos diferentes. Por exemplo, um estudo recente descobriu que as gorduras saturadas, como aquelas encontradas na manteiga, leite integral e carnes gordurosas, podem substituir o mecanismo natural de saciedade do corpo, enquanto as gorduras insaturadas, de fontes vegetais como azeite, abacate e nozes, podem melhorar saciedade - mesmo quando os níveis de calorias não diferem. Um estudo da Universidade Wake Forest descobriu que mesmo com os mesmos níveis de calorias e gordura, macacos alimentados com gordura trans ganharam quatro vezes mais peso e 30% mais gordura da barriga do que macacos que receberam refeições feitas com gorduras vegetais naturais. Um estudo recente da Penn State descobriu que, ao longo de um período de 12 semanas, as pessoas que fizeram dieta e consumiram grãos inteiros, em vez de grãos refinados, perderam mais gordura da barriga, apesar de as dietas serem idênticas. Isso sugere que a qualidade pode ser mais importante do que a quantidade quando se trata das calorias que você consome.

Mito: as contagens de calorias são sempre precisas

Por lei, a maioria dos produtos tem uma variação de 20% no que diz respeito à precisão das calorias declaradas por porção. Em outras palavras, uma margem de erro de até 20 por cento é aceitável, então se uma barra de energia indicar 250 calorias, ela poderia na verdade conter 300. Apenas mais um motivo para não ficar muito preso a números exatos!

Mito: Contar calorias é a chave para controlar o peso

Em ambos No início e no final do estudo de três semanas, os pesquisadores mediram o cortisol e os níveis de estresse de cada mulher. Quando as calorias foram restringidas, os níveis de cortisol aumentaram. Além disso, a contagem de calorias (mesmo sem corte) deixava as mulheres mais estressadas. O cortisol é um hormônio que acelera o apetite, aumenta o desejo por alimentos gordurosos e açucarados e leva ao ganho de peso, especialmente a gordura da barriga - e todos nós já passamos por isso quando se trata de comer estressado. Este estudo apóia a teoria de que existem efeitos colaterais tanto fisiológicos quanto psicológicos na restrição e contagem de calorias.

Conclusão: não ignore as calorias por completo, mas concentre-se no equilíbrio, na qualidade e no momento de suas refeições e ouça seu corpo. Não é apenas libertador, mas também a chave para resultados duradouros!

  • Por Cynthia Sass, MPH, RD

Comentários (5)

*Estes comentários foram gerados por este site.

  • Vivien W Rôde
    Vivien W Rôde

    O produto é muito bom

  • Graziela V. Biankm
    Graziela V. Biankm

    Muito bom produto

  • Melânia Gilz Vasques
    Melânia Gilz Vasques

    Muito bom recomendo de olhos fechados pois é um produto e ótima qualidade.

  • Súria Barros
    Súria Barros

    Ótimo produto

  • soraia polli
    soraia polli

    Muito bom gostei

Deixe o seu comentário

Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.